Cozinha dos Sonhos – Parte 2 : O projeto e o conceito.

Hoje vamos falar sobre o projeto e o conceito para a nossa cozinha.

Como tínhamos falado antes, tínhamos alguns pontos que precisávamos levar em consideração: O nosso orçamento era bem definido, queríamos poucas intervenções ( porque a gente não queria se prolongar muito, nem incomodar os vizinhos e nem quebrar o prédio…) e queríamos aproveitar tudo o que tínhamos em nosso favor: Boa bancada, iluminação natural, eletrodomésticos em bom estado, boa circulação.

O ponto primordial dessa reforma foi o planejamento.

Siiim. O mais importante de tudo em uma reforma é o planejamento.

Você precisa definir suas prioridades já que tem orçamento bem definido, planejar os serviços que você não poderá assumir e fazer para poder contratar profissionais responsáveis, planejar seu roteiro de compras ( porque planejamento também envolve a economia de tempo e de outros recursos.)

Antes de mais nada, organizamos e pontuamos as mudanças prioritárias, como apresentamos para vocês no post anterior.

Olha eu aí , projetando e buscando as soluções para a cozinha :D
Olha eu aí , projetando e buscando as soluções para a cozinha 😀

O Conceito: 

O conceito adotado para essa cozinha foi o conceito de cozinha aberta.

Ah, mas dá certo? Não suja muito?

Dá certo, SIM. E aí é que mora a questão. Para se adotar esse conceito, você precisa ter só o essencial na cozinha e usar tudo o que tem. Se você usa tudo o que tem, não vai acumular sujeira em nada, vai ser mais fácil de encontrar as coisas na hora de preparar tudo e vai ter tudo sempre à mão.

Além disso, se economiza no projeto de armários.

Bingo.

A paleta de cores: 

Cansamos de branco!

As cores escolhidas tinham que ser alegres e gostosas, que convidassem a gente a entrar na cozinha. Então escolhemos: TURQUESA, AMARELO, CORAL e pitadas de VERMELHO.

Paleta de Cores- Rubyane Borba - Cozinha
A paleta de cores teve como cor principal o turquesa.

Parece uma bagunça, né? Mas a gente pode ousar sim. Desde que saibamos equilibrar as quantidades de cores e suas aplicações.

Após definidas as cores, passamos para o projeto.

O projeto, as prioridades e os pedidos indispensáveis:  

Após decididas as prioridades, foi a hora de sentar e desenhar. Projetar e planejar onde seriam aplicadas e de que formas seriam resolvidas todas as alterações que a gente buscava .

E quais eram os pedidos?

  • Reformulação dos armários superior e inferior da bancada;
  • Reaproveitamento do buffet;
  • Espaço dos temperos e acessórios de cozinha;
  • Revestimento apropriado para a parede da bancada da pia;
  • Móvel de apoio para o microondas;
  • Revestir os azulejos sem quebradeira.

No próximo post…

Contaremos quais foram as soluções que adotamos para cada um desses pedidos e vamos mostrar como foi feito.

Enquanto isso….

Relembre o primeiro capítulo da nossa história: A cozinha de Antes

Cozinha dos Sonhos : Parte I – A cozinha de antes.

Para contarmos a história dessa cozinha, começaremos do zero.
Do seu início, de como ela era. E também, contaremos por partes, porque a história é longa MAS prometo que vai valer a pena ler 😀

Então para começar a contar essa história, vamos começar lá do início, de como ela era antes. E mostrar tudo o que precisava urgentemente mudar.

Nossa reforma não foi apenas estética, foi funcional.

Sabe aquela coisinha que incomoda um pouquinho todo dia? É isso que nos levou a fazer a reforma dessa cozinha. Conviver com pequenas coisinhas que atrapalham incomodam, não é mesmo?

Por isso reformamos e por isso vamos mostrar e contar como foi 😀

A cozinha da história, é a cozinha da nossa casa.
Nós moramos num prédio antigo e tínhamos três propósitos bem alinhados:

1° –  Queríamos uma obra rápida;

2° – tínhamos um orçamento bem definido e queríamos aproveitar o máximo de elementos que já tínhamos disponíveis; OU SEJA: Nada de gastos desnecessários. Queríamos ir direto ao ponto.

3° –  Tínhamos, também, alguns pontos a nosso favor: Uma excelente iluminação e ventilação natural, bastante espaço e eletrodomésticos que aproveitamos – TODOS.

Os pedidos prioritários eram:

  • Armário superior: Esse armário, não tinha boas proporções. Suas divisórias eram inacessíveis e alguns utensílios da cozinha nunca eram acessados pela altura. Além disso, as portas e puxadores se encontravam e batiam um no outro. Quem usava a bancada da pia para lavar a louça ou preparar os alimentos, acabava sempre batendo a cabeça.
O armário superior.
O armário superior.
  •  Bancada da pia :  A bancada da pia é de alvenaria. E tinha somente portas para fechar. Os utensílios de cozinha maiores como panelas tinham difícil acesso, devido a profundidade do armário. As portas e puxadores, eram do mesmo acabamento do armário superior. Não eram poucas as reclamações de alguém sair com a roupa rasgada por conta dos puxadores…
A bancada da pia
A bancada da pia
  • Buffet : O balcão-buffet da cozinha também é de MDF e tinha o mesmo acabamento dos armários : melamínico branco rugoso – daqueles mais antiguinhos mesmo- . O acabamento não estava 100% e com o passar do tempo acabou descolado e manchado.  Os pés do armário eram baixíssimos, então o armário não atendia todas as necessidades da família. …. e ainda dava aquela dor nas costas. rsrsrs….
O buffet
O buffet
  • Acabamento das paredes: As paredes foram restauradas pelo antigo morador que substituiu os azulejos estragos e encomendou novos. Porém, estavam desnivelados e muito feios. Assim, as paredes que eram de azulejo do piso ao teto foram pintadas com tinta epóxi branca. O resultado da tinta epóxi é maravilhoso e bastante durável quando os azulejos estão bem assentados mas esse não era o caso. …
O acabamento das paredes com tinta epóxi.
O acabamento das paredes com tinta epóxi.
  • Parede da pia : Tinha o mesmo acabamento das paredes: Azulejo com tinta epóxi. Quando bem aplicada e quando bem nivelados os azulejos, é uma maravilha. Já na pia…. Parede branquinha de tinta epóxi…. Pinta uma sujeirinha daqui, outra daqui; a gente passa uma esponjinha inocente para limpar uma vez, duas, três E lá se vá a tinta.

É …. acontece… E MUITO!!.

Reforma da cozinha_antes-8

E aqui embaixo, vocês podem clicar e ver a galeria da cozinha de como era ANTES: 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Estamos em obra!

Siiiim.

Estamos em obra.

Decidimos reformar nossa cozinha. Apesar de gostar da cozinha toda branca e limpinha e iluminada, decidimos mudar.

Meu marido queria algumas mudança, eu queria outras e decidimos nos dar de presente.

Estipulamos um valor, as prioridades de mudança, o tempo e os nossos desejos para esse ambiente.

Estamos apresentando hoje,nosso diário de bordo de obra para vocês acompanharem junto com a gente essa aventura.

Essa é a nossa cozinha.
Essa é a nossa cozinha.
Temos uma pia com bancada grande mas com  base de alvenaria que não queremos mexer.
Temos uma pia com bancada grande mas com base de alvenaria que não queremos mexer.
Essa é a nossa cozinha vista da sala de jantar e essa é a nossa gatinha Linda.
Essa é a nossa cozinha vista da sala de jantar e essa é a nossa gatinha Linda.
Esse é o nosso balcão-apoio de muitas atividades que fazemos na cozinha e a vista da lavanderia.
Esse é o nosso balcão-apoio de muitas atividades que fazemos na cozinha e a vista da lavanderia.

Essa semana, vamos mostrar todos os processos e fases dessa reforma. Pode ser que demore um pouquinho pois estamos trabalhando muito.

Até mais.